sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Açorda de Camarão e Ameijoas com aromas de poejo em Homenagem à D. Inácia de Moura

As açordas, sendo um prato predominantemente típico do sul, também se encontram na região centro do pais, nomeadamente no distrito de Castelo Branco. Ai as populações aplicam  o Poejo como o aroma predominante, e não o coentro como é de mais conhecido ou a salsa (como já encontrei em restaurantes do Porto, onde desilude por completo).

Em criança não apreciava as açordas, mas quando fui dar aulas para o Alentejo, fiquei fã. 
Aprendi a confeccionar esta iguaria com uma senhora de 80 anos na altura, D. Inácia a quem presto a minha homenagem, não com a açorda que fizemos em casa dela, mas numa interpretação minha, onde aplico o poejo da beira Baixa



Para esta açorda utilizei:
1 pão alentejano sem casca;
1 pão de mafra sem casca;
miolo de camarão;
miolo de ameijoa;
1 tomate maduro;
1lt (aproximadamente) de água a ferver com poejos.
azeite,alho, cebola, louro, malagueta fresca, coentros, sal e pimenta.

Fazer um refogado com azeite (eu utilizo azeites aromatizados, que sou eu que preparo aqui em casa), a cebola picada, louro, a malagueta picada e o alho picado. Juntar o tomate picado e deixar fritar mais um pouco. Acrescente o miolo de camarão e as ameijoas e deixe suar.

Demolhe o pão partido grosseiramente, na água aromatizada, mas sem ficar em pápa. Misture o pão embebido com o refogado e tempere com sal, pimenta e os coentros. mexa mas não desmanche demasiado o pão. Na hora de servir misture 2 ovos.

2 comentários:

Pratos da Bela disse...

Hummmmmm
Amei, tem muito bom aspecto...
Jinhos fofos

Tuquinha disse...

Como vou muitas vezes para Setúbal, a minha irmã faz questão de fazer sempre umas açordas para mim e o meu Zé que ficou fâ quando trabalhou no Alentejo...adoro o aroma e sabor do poejo...comia de bom grado esta refeição contigo
bjo