domingo, 2 de outubro de 2011

Folhado de bacalhau em açafrão e espinafres

Pratos que utilizem bacalhau na sua confecção são sempre uma delícia para o palato, principalmente para os Ibéricos, já que nós Portugueses e Espanhóis principalmente os habitantes de Bilbau, somos fans inveterados deste peixe, que infelizmente escasseia e tende a atingir preços nada simpáticos para os tempos que correm. Mas de vez em quando lá vai...
Desta vez resolvi criar um folhado, como forma de aproveitamento de massa folhada que tinha no frigorífico e que não havia sido utilizada no meu aniversário. E ai foi...para o fogão e imaginação para que te quero!

Piquei finamente 1 cebola média e 3 dentes de alho, que refoguei em azeite de presunto que vos havia apresentado no poste anterior a este. Polvilhei o refogado/estrugido com açafrão (em rama) reduzido a pó num almofariz, e uma lasca de casca de noz-moscada (pois trata-se do  aroma da noz moscada, mas mais suave e que não neutraliza os outros perfumes). Mexe-se tudo para que o açafrão se envolva no preparado e crie a sua magia visual e olfactiva!
Junte lascas grossas de bom bacalhau em cru e saltei-o preparado anterior. No final, rectifique o sal, polvilhe com salsa e pimenta. Reserve tapado.

Molde um disco de massa folhada numa forma, eu utilizo de silicone, e deite dentro o salteado de bacalhau. Disponha por cima deste uma camada de espinafres cozidos e escorridos e feixe com outro disco de massa folhada e sele bem as bordas para que não fique nenhuma abertura. No centro do folhado faça com a ponta de uma faca um orifício discreto, para que o folhado possa respirar enquanto se dá a alquimia transformadora da massa folhada no forno.
Depois de cozido em forno bem quente o que não deve passar os 30 min. 

Sirva enquanto quente.

2 comentários:

Vânia Jesus disse...

adorei a receita. óptima sugestão.
bjos

Borboleta disse...

Que óptimo aspecto, deve ser muito bom!!!!!